quinta-feira, 27 de maio de 2010

REITOR DO IFPB É REELEITO COM MAIORIA INEXPRESSIVA PARA O QUADRIÊNIO 2011 / 2014




A Comissão Geral da Consulta do processo sucessório à Reitoria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) liberou, ontem (27), os resultados oficiais do pleito. O reitor João Batista foi reconduzido ao cargo com 50,21% dos votos e a candidata da oposição Vânia Medeiros recebeu 19,34% dos sufrágios; o processo sucessório teve uma abstenção de 30,45%. O universo de votantes do IFPB é de 452 docentes, 8.339 alunos e 424 técnico-administrativos. O maior índice de abstenção foi entre os estudantes 55,91%.

A leitura técnica dos resultados da apuração indica que o atual Reitor se reelegeu com uma pequena maioria. No campus de João Pessoa, ele teve 39,13% dos votos contra 22,03%, da candidata Vania Medeiros. Entretanto, no seguimento estudantil, a professora Vania Medeiros ganhou para o Reitor com 638 votos contra 495.

A candidata de oposição, Vania Medeiros, atribuiu a reeleição do atual Reitor à falta de candidaturas que representassem o descontentamento de grupos da instituição. “Todos entenderam que não valia a pena participar deste processo, se tivéssemos mais candidaturas teríamos tido um segundo turno e, assim, poderíamos ter tido uma melhor expressão de maioria”, lamentou.


A professora Vania Medeiros também lamentou o grande índice de abstenção que foi de 30,45%; sendo 55,91% entre os estudantes, 16,15% entre os docentes e 9,67% nos técnico-administrativos. O alto índice de abstenção entre os estudantes foi atribuiído à decisão esdrúxula da comissão eleitoral de exigir do aluno cédula de identidade civil ao invés de identificação estudantil dentro do estabelecimento educacional; “o que impediu muitos alunos de votar”.

O candidato eleito para Direção Geral do Campus de João Pessoa, professor Joabson Nogueira, também termina o processo com o prestígio político abalado. Quando se esperava um fenômeno das urnas, Joabson teve magérrimos 40,49% do universo de votantes. O oponente Gilberto Sobreira, este sim é uma revelação, sem nunca ter ocupado cargos de destaque na Instituição, conseguiu angariar os 21,30% do total dos votantes. No segmento estudantil também se verificou a vitoria de Gilberto Sobreira com 593 votos, contra 542 do professor Joabson Nogueira.

Em Sousa, Francisco Cicupira foi reeleito com 62,22%. Chiquinho, como é conhecido, foi o campeão de votos em todo o processo e, ao final do próximo mandato, estará coroando um reinado de mais de 20 anos à frente da ESAF-Escola Técnica Agrícola Federal de Sousa, transformada em Campus do IFPB. O professor Oscar Mariano Hafle ficou com 19,70% dos votos do universo de 54 docentes, 645 estudantes e 95 técnico-administrativos, inicia o seu périplo como nova liderança política em Sousa.

Já em Cajazeiras o professor Valnyr Vasconcelos Lira foi o vencedor das eleições com 58,44% dos votos. A veterana Fátima Cartaxo obteve 22,35%. O Campus Cajazeiras conta com 41 docentes, 870 alunos e 65 técnico-administrativos.

Ao baixar das cortinas deste primeiro ato do processo de democratização da Educação Profissional e Tecnológica da Paraíba, o grupo “Por uma Educação em Rede” já tem o esboço do segundo capítulo que se constituirá na deflagração de um projeto bastante arrojado de observação e acompanhamento desta área educacional no Estado. O projeto deverá ser realizado de forma independe e em parceria com outras instituições públicas de grande representação social.

5 comentários:

Josi disse...

Vamos mudar o termo aluno que significa ser sem luz para estudantes.
Fica a dica. Acompanhando o blog mesmo depois da eleição.

Rômulo disse...

Eleitoral a vitória foi apertada e foi para João, entretanto, politicamene a Vitória foi da professora Vânia Medeiros que não teve medo nem temor de enfrentar a máquina administrativa e falta de "luz" de parte da comunidade. Parabéns para Vânia, Gilberto Sobreira, Fátima Cartaxo, Oscar Hufle e todos que acreditaram e acreditam em um Instituto realmente democrático e participativo.
Saudações Educacionais

rosalva disse...

Parabéns Vânia e Gilberto e a todos e todas que trabalharam "por uma educação em rede"...o resultado das urnas foi uma demonstração de que é possível mudar este cenário obscuro...o trabalho está apenas começando!
Rosalva

edson disse...

eu como pai de aluno parabenizo a João pela vitoria. aquele q trabalha colhe os frutos.

Anônimo disse...

Quem te viu e quem te vê Vânia...