sábado, 6 de março de 2010

COMUNIDADE DO IFPB LANÇA CANDIDATURA DE RÔMULO GONDIM A REITOR

 
 Representação do coletivo pró-candidatura de Rômulo Gondim a Reitor do IFPB

O processo sucessório, extra-oficial, para escolha do futuro Reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), ganha um novo impulso com a disposição do ex-diretor, professor Rômulo Gondim, em concorrer ao pleito.

A candidatura do professor Rômulo Gondim, que atualmente exerce a função de Secretário Adjunto da Educação da Prefeitura Municipal de João Pessoa, está sendo lançada por um grupo, bastante representantivo, de servidores (docentes e administrativos) e estudantes do IFPB. No último sábado (06), o grupo realizou uma reunião, com a participação do professor Rômulo, na sede social da Asset – Associação dos Servidores do IFPB, na praia do Bessa, ficando evidenciado o interesse do professor em atender ao pleito dos servidores e estudantes. A próxima reunião do grupo acontecerá na sede do PSB, nesta segunda-feira (08.03) às 18:00h, no Parque Solon de Lucena, no Centro de João Pessoa.

Durante a reunião, que teve duração de três horas, foi lembrado que esse grupo vem avaliando a atual conjuntura administrativa e acadêmica do IFPB desde outubro de 2009, chegando à conclusão que é necessário uma mudança de rumo no processo, com o objetivo de resgatar a participação da comunidade na vida acadêmica e institucional do IFPB.

Na reunião, os servidores e os estudantes fizeram suas argumentações acerca da defesa da possível candidatura do professor Rômulo Gondim. Após ouvir, atentamente, os motivos do coletivo, Rômulo acatou a solicitação de se lançar candidato. A maior parte do tempo da reunião foi gasto com ponderações sobre os encaminhamentos para que o processo sucessório seja deflagrado de forma democrática. O grupo estimulou a iniciativa do Sintef-Sindicato dos Trabalhadores Federais de Educação Básica e Tecnológica da Paraíba-  em iniciar os debates sobre o processo sucessório na Instituição, já que há muitas lacunas a serem esclarecidas.

Ao final da reunião, o professor Rômulo fez um resgate da sua participação histórica no processso político da Instituição. Foi feito, ainda, avaliação do que representou, na época, a gestão do professor para a democratização administrativa e projeção da instituição no âmbito social. O professor Rômulo entende que, atualmente, há uma nova realidade na instituição que precisa ser reconhecida, debatida para futuras implementações de gestão acadêmica. Este debate iniciará nos próximos dias para a construção de uma carta-programa que comporá diretrizes para uma competente gestão que atenda aos pressupostos do ensino, pesquisa e extensão.


VEJA MAIS FOTOS DO EVENTO

 

  

 
 

 

2 comentários:

Pitercinema disse...

Começou a dança das cadeiras ,vejamos quem vai ficar até o fim?
Palmadinhas nas costas;abraços de jacaré;sorrisos colgate-palmolive;promessas de cargos etc...tudo em luta pelo trono máximo da nossa querida escola.Fico pensando no futuro funcionamento da máquina administrativa no Império do IFPB (9 campi) por enquanto...
rsrsrs

Informática educativa disse...

Deter-se ao jocoso enquanto a educação nacional requer, em especial a profissional, atenção, dedicação e coragem para fazer do ifpb uma grande escola de saber é se perder em ciumes e no prórpio fracasso.
Investir forte e de forma profissional em pesquisa. Acreditar nos nossos profissionais.
Romulo Gondim, reitor, sim.